06.07

15h

Praça Comandante José Requeijo
CULTURA: PÚBLICOS, POLÍTICAS E O DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL

com Fátima Alçada, José Soares Neves,
Helena Mendes Pereira e Jorge Sobrado

CONVERSA

Partindo do desafio a um pensamento descentralizado, esta conversa pretende lançar teias de pensamento que estimulem o debate nas diferentes relações institucionais, sociais e políticas em que a cultura opera.

Qual o peso e a credibilidade da cultura na decisão dos investimentos a fazer nas políticas europeias, nacionais ou locais? Reforçando as lógicas do investimento cultural como um fim próprio, que contributos pode, ainda assim, este setor aplicar na capacitação e fortalecimento de uma estratégia própria para o desenvolvimento dos territórios e a valorização dos cidadãos? Passando pelas fissuras e fragilidades do setor, os hábitos culturais dos portugueses e a reconhecida falta de estratégias de políticas públicas de cultura, que futuros podemos esperar e alcançar? Que mudanças se exigem? Que fins se anunciam? 

Pretende-se com esta conversa alertar para eventuais e incontornáveis riscos de descapitalização humana nos territórios interiorizados, bem como deixar o rastilho para uma ação concertada e continuada que permita uma mudança de paradigma na realidade cultural dos públicos, das políticas e dos territórios

Biografia:

Fátima AlçadaDocente, gestora e programadora cultural, é pós-graduada em gestão cultural das Cidades. Foi assistente de direção na Porto 2001 – Capital Europeia da Cultura e, em 2004, iniciou a sua colaboração com A Oficina (Guimarães), como produtora, assumindo, posteriormente, responsabilidades como assistente de programação. Fundou o Serviço Educativo do Centro Cultural Vila Flor e foi coordenadora geral de produção do Festival Imaginarius, em Santa Maria da Feira. Em 2011, assumiu funções de direção artística no Cine Teatro de Estarreja e, em 2013, a convite do município de Ovar, criou um projeto cultural para o município, assumindo a direção do Centro de Arte de Ovar. Foi ainda diretora artística d’A Oficina, até março de 2022.

Helena Mendes PereiraCuradora, professora e investigadora em práticas artísticas e culturais contemporâneas, licenciou-se em História da Arte e frequentou a especialização em Museologia. Pós-graduada em Gestão das Artes, é mestre em Comunicação, Arte e Cultura e doutorada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho. Leciona na Universidade do Minho como Professora Convidada e é diretora geral e curadora da zet gallery (Braga) e Diretora Artística da XXII Bienal Internacional de Arte de Cerveira. 

Jorge SobradoLicenciado em Ciências da Comunicação, tem dedicado a sua vida profissional a projetos de comunicação pública e marketing territorial, Cultura, Património e Turismo, desenvolvimento local e regional, e funções de assessoria de comunicação política. Docente na Universidade do Porto e na Coimbra Business School. Foi vereador da Cultura e Ciência, Património, Turismo e Marketing Territorial no Município de Viseu. Atualmente, é assessor do Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).

José Soares NevesDoutorado em Sociologia da Comunicação, da Cultura e da Educação pelo ISCTE é investigador integrado e subdiretor do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-Iscte). Foi investigador permanente e coordenador de projetos do Observatório das Actividades Culturais e presidente do Grupo de Trabalho sobre Estatísticas da Cultura do Conselho Superior de Estatística. Investigador ou coordenador em diversos projetos nos campos da sociologia da arte e da cultura e das políticas culturais, centrais e locais, é, desde 2018, diretor do Observatório Português das Atividades Culturais.